THE WORLD
OF SCAME

Italy

Parre (Bergamo)

Please, select your language

Pesquisa de produto


Navigator

   

DETALHE DA SECÇÃO

SEÇÃO 3.1
MONTAGENS DE DISTRIBUIÇÃO


 

 

DESCRIÇÃO GERAL


A visualização abaixo mostra toda a gama de montagens de distribuição do SCAME.

Com o seu tamanho compacto, construção robusta e grau de proteção de IP44 a IP66, cumprem os mais variados requisitos de distribuição de energia em fábricas, oficinas, agricultura e estaleiros, em condições normais e pesadas.

 

NORMAS DE REFERÊNCIA


Todas as unidades vazias da SCAME são construídas para atender:

As montagens cumprem:

 

VERSOES


A gama de conjuntos de distribuição SCAME inclui as seguintes Series:

Os conjuntos de distribuição da SCAME estão disponíveis nas seguintes versões:

  • Unidades pré-cabladas completas:
    Equipamento padrão para aplicações industriais e similares, locais de construção, etc.
  • Unidades parcialmente pré-conectadas:
    Equipamento parcialmente ligado à fábrica na SCAME, a ser preenchido pelo utilizador.
  • Unidades vazias com painel frontal liso:
    Que pode abrigar qualquer tipo de tomadas industriais e/ou domésticas, dispositivos de proteção e outros tipos de aquipmento elétrico de baixa tensão compatível.
    NOTE: esta versão não está disponível para unidades MEGA.
  • Unidades vazias com recortes do painel frontal:
    Concebidos para alojar tomadas industriais de 16A 32A IEC309 ou EUREKA Series, 10A e 16A tomadas domésticas de tipo europeu (para CEI, VDE, UTE e BS) e 16A e 32A OMNIA tomadas interligadas (apenas para unidade DOMINO).
    NOTE: esta versão está disponível apenas nas séries DOMINO e BLOCK.

 

ACESSORIOS


SCAME fornece um kit contendo vários acessórios de instalação padrão juntamente com cada unidade vazia.

Outros acessórios opcionais são disponíveis sob demanda (section 2.1).

 

PRE MONTAGENS


Os pré-montagens são conjuntos de distribuição pré-fabricados, totalmente pré-ligados e equipados com tomadas industriais e/ou domésticas, dispositivos de proteção (MCBs e RCDs modulares e modulares) e acessórios.

SCAME também oferece uma versão parcialmente com fio (até a calha EN50022) equipada com tomadas industriais e/ou domésticas, mas sem dispositivos de proteção. A escolha, compra e instalação destes artigos é escolha do cliente.

As pré-montagens construídas e conectadas internamente pela SCAME passam por um rigoroso controle de qualidade para passar todos os testes exigidos pelos padrões.

Isto assegura a segurança, a confiabilidade e a longa vida útil do equipamento, desde que o usuário opere a instalação correta, práticas de acordo com os regulamentos de cablagem relevantes.

As páginas a seguir descrevem muitos dos conjuntos padrão produzidos pela SCAME, que diferem uns dos outros pela versão, combinação de soquetes, dispositivos de proteção e grau de proteção.

Juntos, eles vão atender a maioria dos requisitos de instalação que surgem na distribuição de energia do terminal.

 

CONJUNTOS PERSONALIZADOS


Em consonância com a sua política de marketing fortemente orientada para o cliente, a SCAME também oferece conjuntos de distribuição que integram combinações de tomadas e dispositivos de proteção adaptados às necessidades específicas dos clientes.

SCAME está em posição de projetar, implementar e fornecer a ordem, com montagem de distribuição finalizada com precisão.

Para qualquer consulta relacionada com montagens de distribuição personalizadas, entre em contato com seu revendedor SCAME.

 

CUMPRIMENTO DAS NORMAS DOS CONJUNTOS DE DISTRIBUIÇÃO


As montagens de distribuição devem obedecer às normas listadas abaixo:

Norma europeia EN 60439-1
Conjuntos de distribuição destinados a aplicações industriais, agrícolas, de serviços, etc., em condições normais e pesadas.

Este padrão requer:

  • que as montagens de distribuição produzidas em massa (TTA) sejam sujeitas a testes, e
  • que os conjuntos de distribuição não produzidos em massa (PTTA) estejam parcialmente sujeitos a testes.

Todos os conjuntos de distribuição SCAME (unidade pré-instalada totalmente equipada com tomadas, dispositivos de proteção, etc.) cumprem as normas EN 60439-1

Uma vez que são produzidos em massa (TTA), eles estão sujeitos a testes, uma garantia adicional para o usuário.

 

Norma europeia EN 60439-4
Conjuntos de distribuição para utilização em canteiros de obras.

Em conformidade com os requisitos da regulamentação internacional, os conjuntos de distribuição utilizados em estaleiros de construção devem estar em conformidade com as norma EN 60439-4 " Requisitos particulares para montagens para canteiros de obras (ASC), que complementam, alteram e substituem alguns artigos da norma IEC 439-1.
Por conseguinte, todos os conjuntos de construção (ASC) devem ter em conta tanto a norma geral EN 60439-1 como a norma específica para estaleiros de construção EN 60439-4:

Em particular, a norma EN 60439-4 exige que:

  • A tensão nominal máxima não excede 1.000V(c.a) e 1500 V d.c.;
  • Todos os conjuntos de distribuição ASC possuam uma ou mais placas de dados inscritas permanentemente, que são claramente visíveis após a instalação;
  • as placas de dados contêm as seguintes informações:
    • nome ou marca comercial do fabricante;
    • designação do tipo e número de identificação que permite o utilizador solicitar ao fabricante para obter informações técnicas adicionais;
    • referência à norma EN 60439-4;
    • corrente nominal, tipo de corrente e, se a.c, frequencia.

 

A conformidade dos conjuntos ASC com a EN 60439-4 é realizado testes numa amostra constituída de acordo com o sistema de produção prescrito pelo fabricante ou sem modificações da mesma, de modo a afetar o desempenho.


 

DOCUMENTACAO PARA ASC


O fabricante deve especificar na documentação todas as condições de instalação, operação e manutenção dos conjuntos e do equipamento alojado neles.

Se o esquema de ligações não for evidente, devem ser fornecidas informações adicionais adequadas, por ex. Diagramas de circuito ou tabelas de conexões.

O fabricante deve também emitir uma declaração de conformidade certificando que o produto foi produzido em conformidade com as normas.

 

UTILIZACAO FLEXIVEL


Uma característica destacável da gama de montagens de distribuição da SCAME é a sua utilização altamente flexível devido a:

  • o número considerável de diferentes combinações possíveis de tomadas industriais e/ou domésticas que podem ser montadas nas montagens;
  • as numerosas possibilidades de instalação estacionária e móvel: montagem em superfície, montagem embutida, montagem em torreta, autoportante, portátil e sobre suporte de enrolador de cabo.

 

DEFINICOES CONJUNTO DE DISTRIBUICAO


Uma combinação de um ou mais dispositivos de proteção e de funcionamento de baixa tensão com qualquer dispositivo de medição, de indicação, de proteção e/ou de regulamentação, inteiramente instalado sob a responsabilidade do fabricante, com todas as ligações internas e conexões mecânicas, incluindo as peças de suporte estruturais.

- TTA: Tipo testado
Uma montagem conforme a um determinado tipo de sistema de construção ou, em qualquer caso, sem modificações da mesma, de modo a afetar o seu desempenho de forma decisiva em relação à montagem ensaiada conforme prescrito pela norma.

- PTTA: Tipo parcialmente testado
Uma montagem contendo as duas configurações testadas por testes de tipo e configurações não testadas por testes de tipo, desde que estes sejam derivados (por exemplo, por cálculo) de configurações que passaram os testes prescritos.

- Conjunto ensaiado tipo ACS para locais de construção
Combinações de um ou mais transformadores ou interruptores e seus respectivos dispositivos de controle, medição, indicação, proteção e regulação associados, com todas as suas ligações elétricas e mecânicas, bem como as suas estruturas de apoio, concebidos e construídos para utilização em ambientes fechados e exteriores.

ACS portátil (ou semi-estacionário)
Uma montagem concebida para ser utilizada num local onde não esteja permanentemente instalada; Sua localização pode ser movida de uma área para outra em um canteiro de obras.

Sempre que uma montagem tiver que ser movida, deve primeiro ser desconectado.

Celular ACS
Um ACS pode ser movido durante o progresso do trabalho no local de construção e que não precisa ser desconectado.

 

UNIDADES


Cada ACS pode incluir as seguintes unidades:

  • Unidade de entrada
    A unidade pela qual a alimentação é fornecida (do lado de fora) para a montagem.
  • Unidade de saida
    A unidade através da qual a energia é fornecida a um ou mais circuitos externos.
  • Unidade de transformador
    Esta unidade pode ser LV/FELV oo LV/SELV.
  • Unidade de medição
    Uma unidade habitação aparelhos para medir a energia elétrica.

 

DUPLO ISOLAMENTO


Todas as unidades termoplásticas da SCAME são fornecidas com isolamento total.

Isto assegura a segurança na utilização, uma vez que impede que as peças sob tensão entrem em contato com a parte exterior do invólucro em caso de avaria.

 

TIPOS DE ASC


A norma EN 60439-4 classifica as montagens de distribuição em 6 tipos, dependendo dos usos finais específicos dos equipamentos instalados no sistema de distribuição elétrica do local de construção:

  • Entrada e medição da fonte de alimentação ACS
  • Distribuição principal ACS
  • Distribuição ACS
  • Transformador ACS
  • Distribuição final ACS
  • Tomadas ACS

 

ACS SCAME


SCAME está disponível para as funções listadas abaixo: As suas especificações estão em conformidade com as prescritas pelos padrões:

  • Distribuiçao ACS
    Composta por uma unidade de entrada e várias unidades de saída:
    • corrente nominal entre 125A e 630A
    • cabos de alimentação de saída conectados a terminais ou tomadas
    • dispositivo de isolamento que pode ser travado na posição OFF.
  • Distribuiçao final ACS
    Composta por um ou mais alimentadores de saída:
    • Max. corrente nominal 125A
    • o dispositivo de isolamento pode ser travado na posição OFF
    • nenhuma provisão para retardar o tempo de disparo dos dispositivos de proteção
    • dispositivo de corrente residual (RCD) com < 30mA proteção adicional contra contatos indiretos
    • max. 6 tomadas protegidas por cada RDC.
  • Tomadas ASC
    Móveis ou portáteis:
    • Max. corrente nominal 63A
    • ligação de cabo de entrada à entrada do aparelho ou ao dispositivo de ligação
    • cabos de saída ligados apenas a tomadas
    • cada tomada deve ser provida com sua própria proteção contra sobrecarga. Além disso, todas as tomadas (máx. 6) devem ser protegidas contra contactos indirectos de RCD com >30mA.

As montagens montadas em fábrica MEGA, MASTERBOX e os conjuntos portáteis DOMINO e BLOCK da SCAME foram projetadas e construídas para uso em canteiros de obras.

Estes conjuntos correspondem, portanto, às normas EN 60439-1 and EN 60439-4; Em particular, satisfazem os requisitos da norma para as seguintes utilizações:

  • montagens MEGA: distribuiçao ACS
  • montagens MASTERBOX: distribuiçao final ACS
  • montagens portateis DOMINO and BLOCK: tomadas ACS

 

NOTE:
Duas ou mais funções como descrito acima podem ser combinadas numa única montagem de ACS, por exemplo, uma tomada de corrente ACS pode ser combinada com um transformador ACS. A conformidade com a Norma Europeia 60439-4 para montagens para canteiros de obras será obrigatória em todos os países membros do CENELEC.

 

 

ADVERTENCIAS


Leia e siga atentamente as apresentações fornecidas.
Executar a instalação de acordo com as normas vigentes para instalações elétricas.


Montagens de distribuição

  • Verifique regularmente as montagens e substitua-as assim que apresentarem sinais evidentes de desgaste.
  • Neste caso, entre em contato com um técnico qualificado.
  • Se o produto tiver sido sujeito a impactos ou pancadas, deve ser verificado imediatamente, mesmo que não tenha sofrido danos evidentes.
  • Nunca coloque o conjunto de forma a impedir a inspeção e/ou manutenção.
  • Qualquer intervenção sobre os interruptores devem ser usados por pessoal qualificado.
  • Se qualquer quadro de distribuição tiver sido sujeito a impacto, deve ser verificado imediatamente, mesmo que não tenha sofrido danos evidentes.


Dispositivo para verificar fusíveis

  • Antes de substituir o fusível deve ser removida a tensão.
  • O novo fusível deve ter o mesmo tamanho e características elétricas que o antigo.
  • Nunca mantenha a base vazia, pois ela pode deixar partes vivas expostas.
  • Ao substituir o fusível dentro de um suporte aparafusado, proceda do seguinte modo:
    a) encaixe o fusível no respectivo suporte e aperte bem para garantir o contacto elétrico adequado.
    b) se os fusíveis têm um indicador de sopro incorporado, deve ser visível através da janela transparente no suporte.

 

Rev.16.0113      

 

Share
 
 
 
Búsqueda
Testo:
Código:
Descrição:
 
 
Utilidade
Saiba como encontrar milhares de configurações, a pintura para você.
Identificar os produtos compatíveis com o material da SCAME.
 
 
Publicidade
 

 
 
 
 

Pesquisar - Linguagem [] - Mapa do site - Contato - Privacy - Aviso Legal
©2005-2017 - SCAME PARRE S.p.A. - P.IVA IT 00137900163 - Active users: 465